Apaixonados pelo futebol, torcedores levam o time de dentro do campo para dentro de casa

Exaltado como paixão nacional, o futebol mobiliza torcedores em todo o mundo. Para ter noção, a Copa do Mundo de Futebol é considerada o maior evento esportivo do planeta. Segundo uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas, o futebol movimenta mais de R$ 16 bilhões por ano, tendo trinta milhões de praticantes (aproximadamente 16% da população total), 800 clubes profissionais, 13 mil times amadores e 11 mil atletas federados. No Brasil, o futebol é mesmo a maior das paixões: 77% apontaram o esporte ao responder “Quais são as grandes paixões dos Brasileiros”?, de acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência.

E engana-se quem pensa que só público masculino torce, vibra e joga. As mulheres estão cada vez mais por dentro do assunto. O tema é discussão em encontros de amigos, famílias, no trabalho, casamento e até mesmo na decoração. E como a regra é clara: para os fanáticos, não existem limites.

Na decoração, por exemplo, o tema pode ser abordado de diversas formas. Desde baseado no esporte, como um todo (bola, gol, campo verde, bandeirinhas cartões da arbitragem, jogadores, entre outros), como no time do coração com adornos (objetos, roupa de cama, cortina e tapete), revestimentos (papel de parede, adesivos) e móveis personalizados (decorados com símbolos e cores dos principais times).

 

É gool, do Palmeiras!

Como foi o caso do administrador de empresas, Tiago Mendonça, fanático pelo Palmeiras desde criança, que decidiu dar espaço ao seu segundo amor – no caso o Palmeiras, no projeto da casa nova.

O torcedor deu total autonomia a sua esposa na decoração do apartamento, mas fez uma única exigência. “Disse que ela podia fazer tudo do jeito dela, desde que eu tivesse um quarto verde e branco para pendurar minhas camisas e bolas do Palmeiras, que são muitas”, revelou Tiago.

A arquiteta Patricia Duarte, escolhida para dar andamento ao projeto, teve o quarto verde e branco como a única condição para a execução da obra. Na hora de colocar em prática, optou por tons e uma marcenaria – branca, que pudessem ser reutilizados no futuro.

“Utilizei o quarto Palmeirense para fazer também o escritório do casal e nele fiz um painel para organizar as bolas de futebol e as camisas, de maneira que ficassem todas expostas. E ainda um futon para o Tiago assistir aos jogos.”, explicou a arquiteta.

A parede pintada de verde ganhou um painel de madeira com todos os brasões do time, para a alegria do Tiago. E como um bom fanático, o administrador já pensa em passar esse amor adiante. “Quanto tiver um menino, o quarto já pode ficar para ele.”

Ah, esses torcedores!

 

Patrícia Duarte – Arquiteta
Tel. 11 4902-2311 / 2801-4757
www.patriciaduarte.com.br

 

 

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here